Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Segunda-Feira,
10 de Dezembro de 2018




Trabalhe Conosco
Sete Pecados: "É preciso estar atento e lutar contra", diz compositora

Zélia Duncan diz que pecados são horríveis e precisam ser vencidos

Mídia

A nova novela das sete da Globo,  Sete Pecados,  estreou no dia 18 de junho.  A trama é  escrita por  Walcyr Carrasco e tem direção de  Jorge Fernando, Pedro Vasconcelos e Marcelo Travesso. “É uma super comédia, mas ela toca na questão da bondade humana. A base da novela é como as pessoas podem pecar e como elas podem se redimir dos pecados; o tempo inteiro é esse balanço. Ao mesmo tempo em que é muito engraçada, ela tem um lado de transformar sua vida; você pode virar uma pessoa legal”, afirmou Walcyr Carrasco em entrevista ao Programa Mais Você.

No elenco estão grandes nomes como Priscila Fantin, Reynaldo Gianecchini, Giovanna Antonelli, Cláudia Raia, Mel Lisboa, Ary Fontoura e  Rosamaria Murtinho, entre outros.

O tema de abertura  é “Carne e Osso”,  de Zélia Duncan, com letra da própria cantora e música em parceria com Moska.  “Mandei a letra e depois fui à casa dele e ele fez assim, na minha frente. Fluiu muito bem. Ele é muito talentoso e não mudou nenhuma vírgula!”, relata Zélia em entrevista publicada no site da novela,
www.setepecados.globo.com  no dia 8 de junho, onde a cantora fala sobre a música tema de Sete Pecados, quando recebeu a notícia, por uma amiga, de que a música que enviou para o Jorge Fernando havia sido escolhida.

A composição não fora escrita especialmente para a novela.  “Eu mandei  uma mensagem pro Jorginho,  que me retornou pedindo uma música nova, eu disse  ‘claro, enquanto isso, ouve essa!’ E mandei  ‘Carne e Osso’”.

Conforme publicado na seção bastidores da novela, a frase da música preferida pela cantora e compositora é:  “Quem se diz muito perfeito | Na certa encontrou um jeito insosso | Pra não ser de carne e osso”.  Para ela, o conceito é este:  “Adoro ser humana e é disso que se trata: aprender com os erros;  sem eles nunca poderíamos crescer.”

Sobre os sete pecados capitais – avareza, vaidade, preguiça, ira, inveja, gula e luxúria –  Zélia diz:  “Ai, eles são horríveis, né? Mas sempre lidamos com um pouquinho de cada um de vez em quando.  É preciso estar atento e lutar contra!”

Mas analisemos a letra:

Carne e Osso
Letra: Zélia Duncan
Música: Moska

 A alegria do pecado
Às vezes toma conta de mim
E é tão bom não ser divina
Me cobrir de humanidade me fascina
E me aproxima do céu

E eu gosto
De estar na terra
Cada vez mais
Minha boca se abre e espera
O direito ainda que profano
Do mundo ser sempre mais humano

Perfeição demais
Me agita os instintos
Quem se diz muito perfeito
Na certa encontrou um jeito insosso
Pra não ser de carne e osso
Pra não ser carne e osso

Interessante a conclusão da compositora. “É preciso estar atento e lutar contra” os pecados.  Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes permanecer firmes contra as ciladas do Diabo.” (Efésios 6:11). “Ele é o Deus que me cinge de força e torna perfeito o meu caminho.” ( Salmos 18:32). Mas, não é isso que ela canta em “Carne e Osso” – cuja letra é totalmente o contrário de se “lutar contra” o pecado.  Se ser perfeito é sem graça, insosso, pergunto: para que lutar contra o pecado? 

“A alegria do pecado” – Sim, é por isso que pecar também se chama cair em tentação: porque realmente dá vontade e tráz satisfação, ainda que momentânea. É que “a alegria do pecado” é semelhante à das drogas; é bom só naquela hora: “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 6:23). Agora, para quem não tem interesse na vida eterna, aí sim, justifica-se com coerencia toda essa alegria no pecado.  

“Às vezes toma conta de mim” – Claro. “Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela.” (João 8:7) – Disse Jesus à multidão que queria apedrejar a prostituta Maria Madalena que pediu ajuda a Jesus sete vezes. “E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.” (João 8:11)

Esta é a orientação de Cristo: “Não peques mais.” A começar pelo próprio nome que ele recebeu. “E darás à luz um filho e chamarás o seu nome Jesus; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados.”  (Mateus 1:21).  Quem comete pecado é do Diabo; porque o Diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo.” ( 1 João 3:8). Se a missão de Jesus  foi salvar o seu povo dos seus pecados, lógicamente é porque o pecado não é bom para os seres humanos.

Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal é perfeito, e poderoso para também refrear todo o corpo.” (Tiago 3:2) Mas, se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.” ( 1 João 1:9) – Se o pecado fosse bom, não haveria necessidade de sermos purificados dele.

“E é tão bom não ser divina” – Depende. O sentimento sadio é vida para o corpo, mas a inveja é podridão para os ossos. (Provérbios 14:30). Somos à imagem e semelhança de Deus, mas não somos divinos. Isso É tudo o que o Diabo queria, desde quando ainda era o Arcanjo Lúcifer. Invejava tanto ocupar o lugar de Deus que “foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.” (Apocalipse 12:9). “Como caíste desde o céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste cortado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte. Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo. E contudo levado serás ao inferno, ao mais profundo do abismo.” (Isaías 14:12-15). “Estiveste no Éden, jardim de Deus; de toda a pedra preciosa era a tua cobertura: sardônia, topázio, diamante, turquesa, ônix, jaspe, safira, carbúnculo, esmeralda e ouro; em ti se faziam os teus tambores e os teus pífaros; no dia em que foste criado foram preparados. | Tu eras o querubim, ungido para cobrir, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas. | Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti. | Na multiplicação do teu comércio encheram o teu interior de violência, e pecaste; por isso te lancei, profanado, do monte de Deus, e te fiz perecer, ó querubim cobridor, do meio das pedras afogueadas. | Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que olhem para ti.” (Ezequiel 28: 13-17). “Por isso alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Ai dos que habitam na terra e no mar; porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo.” (Apocalipse 12:12).

Não somos divinos, nem devemos pretender ser. “E o escriba lhe disse: Muito bem, Mestre, e com verdade disseste que há um só Deus, e que não há outro além dele.” (Marcos 12:32). “Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele.” (1 Coríntios 8:6). “Um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos e em todos vós.” (Efésios 4:6). “Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.” (1 Timóteo 2:5). “Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem.” (Tiago 2:19).

“Me cobrir de humanidade me fascina”
No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. ... E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” (João 1:1 e 14). Nosso salvador sim, se cobriu de humanidade para nos libertar do pecado. “Nisto é perfeito o amor para conosco, para que no dia do juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo.” (1 João 4:17).

“E me aproxima do céu”
– O que nos aproxima do céu não é o ser humano, mas sim a comunhão com Deus, por meio de Cristo que se tornou humano para nos redimir do pecado. “A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo seja com todos vós. Amém.” (2 Coríntios 13:13). “O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo.” (1 João 1:3). “Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade.” (1 João 1:6) “Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.” (1 João 1:7). Quer dizer, quando mais perto do céu, mais longe do pecado, mais santo e mais perfeito.

“E eu gosto | De estar na terra | Cada vez mais” – Devemos preservar o planeta, claro. No Apocalipse está escrito que vai chegar o tempo de Deus destruir os que destroem a Terra: “E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.” (Apocalipse 11:18).

Quando Cristo voltar, o planeta será “reformado” para ser nosso eterno lar: “E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe.” (Apocalipse 21:1). E, sinceramente, nosso planeta é maravilhoso. “Os
céus proclamam a glória de Deus e a natureza anuncia a obra das suas mãos.” (Salmo 19:1). Mas por enquanto, ai dos que habitam na terra e no mar; porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo.” (Apocalipse 12:12).

“Minha boca se abre e espera | O direito ainda que profano |
Do mundo ser sempre mais humano”
– Somos humanos sim, mas esta humanidade deve nos aproximar de Deus, afinal, fomos feitos à sua imagem e semelhança: “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.” (Gênesis 1:26 e 27). “Porque toda a natureza, tanto de bestas feras como de aves, tanto de répteis como de animais do mar, se amansa e foi domada pela natureza humana.” (Tiago 3:7)

Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos.” (Romanos 5:19). O homem que trouxe o pecado foi Adão. O que trouxe a justiça foi Jesus – Deus coberto de humanidade. “Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.” (Romanos 5:12). Sim, todos pecaram. E “quem pode entender os seus erros? Expurga-me tu dos que me são ocultos. Também da soberba guarda o teu servo, para que se não assenhoreie de mim. Então serei sincero, e ficarei limpo de grande transgressão.” (Salmo 19:13 e 14).

“Perfeição demais | Me agita os instintos | Quem se diz muito perfeito
Na certa encontrou um jeito insosso | Pra não ser de carne e osso”
O mesmo aconteceu com Lúcifer, no céu, e acontece hoje. Pessoas perfeitas incomodam e causam inveja nas que são fracas. Mas Deus ordena que sejamos perfeitos, pelo seu poder. Mas O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; é um escudo para todos os que nele confiam.” (Salmos 18:30). E Ele nos ordena a sermos perfeitos como ele é, “Porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens?” (1 Coríntios 3:3), mas “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça.” ( 1 João 1:9).

Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.” (Mateus 5:48). “Apareceu o Senhor a Abrão, e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso, anda em minha presença e sê perfeito.” (Gênesis 17:1). “Perfeito serás, como o Senhor teu Deus.” (Deuteronômio 18:13). “Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus.” (Gênesis 6:9). “E tu, meu filho Salomão, conhece o Deus de teu pai, e serve-o com um coração perfeito e com uma alma voluntária; porque esquadrinha o Senhor todos os corações, e entende todas as imaginações dos pensamentos; se o buscares, será achado de ti; porém, se o deixares, rejeitar-te-á para sempre.” (1 Crônicas 28:9). “Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo.” (Efésios 4:13).


Deus é perfeito, e tudo o que ele faz também. E essa perfeição fez nascer o primeiro pecado: A inveja: “O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; é um escudo para todos os que nele confiam.” (Salmos 18:30). “Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniqüidade em ti.” (Ezequiel 28:15). “O discípulo não é superior a seu mestre, mas todo o que for perfeito será como o seu mestre.” (Lucas 6:40). “Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus.” (Filipenses 3:12).

Uma vida reta se torna automaticamente um tipo de repreensão aos demais: “A quem anunciamos, admoestando a todo o homem, e ensinando a todo o homem em toda a sabedoria; para que apresentemos todo o homem perfeito em Jesus Cristo.” (Colossenses 1:28). “Porque a lei constitui sumos sacerdotes a homens fracos, mas a palavra do juramento, que veio depois da lei, constitui ao Filho, perfeito para sempre.” (Hebreus 7:28). “Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.” (2 Timóteo 3:17). “Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.” (Tiago 1:17)

A base de tudo é o amor. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o se único filho para que todo aquele que nele crê não pereça mas tenha a vida eterna.” (João 3:16). “No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor.” (1 João 4:18). “Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.” (Romanos 8:1).

Também de pecados de presunção guarda o teu servo, para que não se assenhoreiem de mim; então serei perfeito, e ficarei limpo de grande transgressão.” (Salmos 19:13).

Seja perfeito o meu coração nos teus estatutos, para que eu não seja envergonhado.” (Salmos 119:80). “Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam a iniqüidade.” (Salmos 37:1). “Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade.”  (Romanos 1:29). “Andemos honestamente, como de dia; não em glutonarias, nem em bebedeiras, nem em desonestidades, nem em dissoluções, nem em contendas e inveja.” (Romanos 13:13) “Porque também nós éramos noutro tempo insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias concupiscências e deleites, vivendo em malícia e inveja, odiosos, odiando-nos uns aos outros.” (Tito 3:3).

Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.” (1 Coríntios 13:10).


Débora Carvalho

 

 


  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial