Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Quinta-Feira,
20 de Setembro de 2018




Trabalhe Conosco
Nota de corte versus ansiedade

Logo após a 1ª Fase da FUVEST, os alunos são tomados por uma elevada dose de ansiedade e perguntam insistentemente: Qual a nota de corte da minha carreira? Para responder, é preciso que se conheça o conceito de nota de corte de uma carreira, explicado a seguir:

Vestibular - Terminada a correção da prova de 1ª fase da FUVEST, os candidatos são classificados por carreira, segundo as notas obtidas, em ordem decrescente.  Nota de corte de uma carreira é a nota do último candidato chamado para a 2ª fase.

Quantos candidatos serão chamados para a 2ª fase? Esta é uma das mudanças propostas pelo vestibular de 2007: serão chamados três vezes o número de vagas oferecidas por carreira.  Quando serão conhecidas as notas de corte das várias carreiras? Somente após o término da correção. Pode-se fazer previsão? Sim, comparando-se a prova deste ano com a prova do ano passado. No entanto, o grau de precisão dessa previsão depende de alguns fatores, tais como:

·         número de candidatos;
·         nível de preparação dos candidatos;
·         grau de dificuldade comparativo, matéria por matéria;
·         tempo de prova;
·         número de questões;
·         distribuição das questões.

 Analisando esses fatores, é necessário considerar que:

·         O número de candidatos e seu nível de preparação pouco diferem entre si, de um ano para outro;
·         O grau comparativo de dificuldade de cada matéria não pode ser estimado com boa precisão;
·         O tempo de prova é o mesmo, mas o número de questões vai passar de 100 para 90. Presume-se que, com o mesmo tempo, o rendimento subirá. No entanto, haverá questões interdisciplinares pela primeira vez, dificultando a comparação. Além disso, as demais questões não serão apresentadas em blocos por disciplina, como era tradicional.

Quem se arrisca a uma previsão?

Para arriscar uma previsão, poderíamos pensar em obter uma amostragem com nossos alunos. No entanto, o nível de nossos alunos difere - e muito - do nível de outros grupos de alunos. Essa amostragem seria muito imprecisa.

Somos professores, gostaríamos de responder a cada aluno nosso: a nota de corte de sua carreira é a ± x. No entanto, x seria de tal ordem que causaria falsas ilusões e muitas decepções. Enfim, seria uma mentira.

Agora, dirigimo-nos a você, que realizou a prova de 1ª fase da FUVEST no domingo, 26 de novembro, convidando-o a uma reflexão. Se você levou a preparação a sério e achou a prova difícil, então ela será difícil para todos - você está no páreo. O que importa é a sua posição relativa no universo dos candidato.

A prova de 1ª fase da FUVEST é apenas a primeira entre muitas que vai enfrentar. Tudo aquilo que você produziu nessa prova ficará registrado. Nada alterará esse resultado, estando ele acima, abaixo ou mesmo igualando a nota de corte, que ainda será apurada.

Então, vamos nos inspirar no tenista no 1 do mundo, Roger Federer: quando ele termina a disputa de um ponto, esquece o que passou e concentra-se no ponto seguinte.

Seja também um campeão!

Nicolau Marmo
Coordenador geral do Sistema Anglo de Ensino


  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial