Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Quarta-Feira,
26 de Setembro de 2018




Trabalhe Conosco
Qual é o tempo ideal de namoro até o casamento?

A resposta dessa pergunta é muito útil para todos os jovens e extremamente atual. 

Há um certo consenso entre o que Ellen White diz e alguns bons psicólogos e conselheiros Cristãos, como Ray Short e Cecil Osborne, quanto ao tempo em deve durar um namoro desde que se inicia até o casamento. Todos eles apontam três anos como o tempo ideal. Talvez você pergunte: Por que? Pelo menos por dois motivos: 

1. Conhecimento mais profundo um do outro. Demora, em média, pelo menos três anos para que cada um dos dois volte a ser autêntico depois que começa a namorar. Por mais amigos que sejam antes, quando começam o namoro, anulam um pouco a sua individualidade, para ser aquilo que o outro sonha ou deseja. Com isso, passam a ser pessoas diferentes do real. Aos três anos de convívio, a tendência é que cada um volte a ter um comportamento normal, possibilitando assim um julgamento mais claro sobre as possibilidades de casamento e convívio dos dois. Quando o casamento ocorre antes deste tempo, há o risco de os dois não se conhecerem o suficiente, casarem pensando em um tipo de pessoa e acabarem encontrando outra. Muitas vezes tenho atendido casais que à beira da separação que me dizem: "não foi esse/essa a pessoa que eu namorei" ou "no namoro tudo era diferente". Essas acusações surgem porque não foi dado o tempo suficiente para conhecer a pessoa na sua intimidade e diante das mais diferente situações e realidades. Ninguém consegue ser o que na verdade não é, por muito tempo. 

2. Para evitar a pressão sexual: Como durante os três anos de namoro a tendência é que aumente a intimidade entre os dois, naturalmente intimidade pede mais intimidade, porque ela não combina muito com rotina. Três anos é o tempo em que a intimidade vai se aprofundando, mas um casal cristão pode administra-la sem passar para o terreno do sexo. Um tempo maior do que esse, torna a pressão sexual difícil de suportar, apesar de não ser impossível. 

Agora, um jovem com dezessete anos, por exemplo, deve considerar mais algumas questões: 

- Maturidade; 
- Situação escolar; 
- Condições financeiras para manter uma família; 
- Condições profissionais. 

Sempre é bom lembrar que o homem amadurece um pouco mais tarde que a mulher. As mulheres estão em melhores condições de enfrentar as responsabilidades da vida entre os 21 e 22 anos. Já o homem entre os 22 e 23. Antes desta idade ainda são muito vulneráveis, e isso é perigoso para se estabelecer um compromisso de uma vida, como o casamento.

Dar tempo ao tempo, um ao outro e a Deus, é uma boa fórmula para construir um casamento feliz. 

Maranata!

Pastor Erton Köhler - Departamental de Jovens da UCB


Fonte: www.feparahoje.org.br 


  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial