Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Segunda-Feira,
10 de Dezembro de 2018




Trabalhe Conosco
Doenças provocadas pelo tabagismo podem matar 10 milhões por ano em 2020

Estima-se que 23 brasileiros morram a cada hora em consequência dos efeitos do consumo de cigarro

Saúde 

Considerado pela comunidade médica uma doença gravíssima, o Tabagismo atinge cerca de 1,3 bilhão de pessoas em todo o mundo, o que representa mais de 15 bilhões de cigarros consumidos diariamente. No próximo dia 31 de maio se comemora o Dia Mundial sem Tabaco e, mais uma vez, autoridades e entidades de todo o planeta concentram seus esforços em campanhas de combate ao fumo e conscientização. 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), atualmente cinco milhões de pessoas morrem vítimas de doenças relacionadas ao tabagismo e a estimativa é que esse número dobre em 2020, causando 10 milhões de mortes. Para o Dr. Roberto Rodrigues Junior, pneumologista do Lavoisier Medicina Diagnóstica/ Diagnósticos da América (DASA), o cigarro chega a matar hoje, nos países em desenvolvimento, mais que a soma de outras causas evitáveis de morte, tais como a cocaína, heroína, álcool, incêndios, suicídios e AIDS.

“O tabagismo é vilão de grandes prejuízos às pessoas e à sociedade, que sofrem vendo um familiar morrendo lentamente ‘afogado fora da água’ (asfixiado pelo enfisema pulmonar, também conhecido como Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica - DPOC), sentindo falta de ar para andar, tomar banho, praticar uma relação sexual; ou paralisado em uma cama por um acidente vascular cerebral (derrame cerebral), com várias escaras (feridas) pelo corpo; ou com câncer de cordas vocais, que muitas vezes ao ser extirpado perpetua o paciente a respirar por um traqueostoma (buraco na garganta); ou ainda vítima de um infarto do miocárdio seguido de incapacidade ou morte. Salienta-se também que o tabagismo é responsável pelo câncer de pulmão, este o câncer que mais mata pessoas no mundo”, afirma Dr. Rodrigues Junior.

Para o especialista, o tabaco pode também ser considerado um prejuízo econômico, pois alguém terá que trabalhar por essa pessoa antes produtiva e agora inválida, e os sistemas de saúde terão que pagar as contas hospitalares e os medicamentos de uso contínuo das vítimas do tabagismo. Segundo a OMS, o prejuízo global anual até 2010 deve somar U$S 500 milhões por conta dessa doença. “Isso também acontece porque os fumantes tendem a faltar no trabalho cinco vezes mais que as pessoas não-fumantes”, completa o pneumologista. 

“Para se ter bons resultados das ações contra o tabagismo é necessário mudar a realidade dos fatos e investir pesado contra esse vício. Os cigarros devem ter seu preço aumentado, dificultando a aquisição, e, ao mesmo tempo, as medicações disponíveis para o tratamento de interrupção do tabagismo serem mais baratas e as propagandas deveriam ser completamente proibidas. Apenas dessa forma conseguiremos resultados concretos para as doenças que ele acarreta e à sociedade como um todo”, conclui Dr. Rodrigues Junior.

 Sobre a DASA

A Diagnósticos da América S/A é a maior empresa de medicina diagnóstica da América Latina e a quarta maior rede do mundo. Em 2006, o grupo teve receita bruta de R$ 729,7 milhões. Com cerca de 7 mil colaboradores, atende aproximadamente 20 mil pacientes por dia em mais de 240 unidades, processando em média 2,5 milhões de exames por mês. Oferece 3 mil tipos de exames de análises clínicas e diagnóstico por imagem. Atualmente, o grupo é formado por 15 marcas em nove estados – Delboni Auriemo  e Lavoisier (São Paulo/SP); Lâmina e Bronstein (Rio de Janeiro e Niterói/RJ); Curitiba Santa Casa e Frischmann Aisengart (Curitiba/PR); Laboratório Alvaro (Cascavel e Foz do Iguaçu/PR) Pasteur (Brasília/DF), MedLabor (Brasília/DF, Palmas/TO e Valparaíso/GO), Exame (Brasília/DF), Image Memorial (Salvador/BA), LabPasteur (Fortaleza/CE) e Club DA (Rio de Janeiro/RJ e São Paulo/SP) ,VITA Lâmina (Florianópolis/SC) e Atalaia (Goiânia/GO).

Carol Guerrero
Vanessa Jaguski


  Envie a um amigo

 Veja também
  Igreja oferece ajuda para quem deseja deixar de fumar
  Cigarro provoca infertilidade
  Dois em cada dez brasileiros adultos fumam, segundo pesquisa da SBC
 
 
Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial