Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Sábado,
24 de Fevereiro de 2018




Trabalhe Conosco
Corpo de bombeiros chega para apagar incêndio com caminhão sem água

Após cinco anos de curtos-circuitos, fogo destrói casa de professora e causa prejuízo de 500 mil; família enfrenta perda com bom humor e fé em Deus 

Segurança - Às 9h45 de ontem (23), os moradores da Rua Araraquara (sem saída), desligaram a chave-geral de energia elétrica, por causa de um forte curto-circuito. Muitos perderam eletro-eletrônicos. Mas a perda da família Teles foi muito maior, porque ninguém estava em casa para desligar a chave-geral.

 O vizinho ao lado telefonou para o corpo de bombeiros imediatamente. “Mas eles disseram que isso era problema da Eletropaulo, e que era pra lá que eu deveria ligar”, relata o vizinho solidário.

Os bombeiros só chegaram ao local ao meio dia, após ligações de diversos vizinhos. Entretanto, o caminhão não tinha água suficiente para apagar o fogo. “Até chegar outro caminhão, o fogo já havia apagado sozinho, pois não tinha mais nada para queimar”, conta outro vizinho, em entrevista à assessoria de comunicação da rede educacional adventista, na qual Edna Hengles Teles, de 34 anos, trabalha como coordenadora pedagógica da unidade de Vila das Belezas.

O esposo, Edílson Mafra Sá Teles, de 36 anos, lamenta mais as perdas emocionais do que as materiais. “Não sobrou se quer uma foto do nosso filho de 3 anos, o Erick”. O casal declara ter esperança de reparo do prejuízo que chega a 500 mil reais. “Da mesma forma que Deus nos ajudou a conseguir esta casa e tudo o que havia dentro, irá nos devolver tudo, seja com indenização ou de qualquer outra forma, afinal, a vida continua”, afirma Edna, com serenidade.

Hoje (24), por volta das 13 horas, os técnicos da Eletropaulo informaram que ainda é muito cedo para tirar qualquer conclusão e que somente depois que a perícia chegar e anotar os dados que serão analisados e divulgados no laudo oficial, que demora cerca de dois meses para ficar pronto, é que qualquer atitude poderá ser tomada.

 O cão da família foi salvo por um vizinho que abriu o canil para que ele fugisse da fumaça. Dos 200 metros quadrados de construção em madeira, só dá pra reaproveitar o alicerce da casa.  Edílson ainda perdeu 7  mil reais em dinheiro que havia sacado para trocar o carro por outro melhor, e com o restante completar o orçamento de uma viagem planejada para as férias de julho. “Só sobrou a roupa do corpo. Não tenho nem mamadeira para dar pro meu filho”, lamenta Edna.

 

Os Teles estão abrigados na casa do pai da moça. Os funcionários da rede adventista de educação se mobilizam em uma campanha para ajudá-los a recomeçar, enquanto não sai o laudo que tem previsão de dois meses para ficar pronto.

 

Segundo Teles, desde que se mudaram os fios do poste que encostam na árvore provocam curtos-circuitos. O sogro, que abrigou a filha, o genro e o neto, entendido de eletricidade, explicou que no mal contato, a energia de potência 110 transformou-se em 220, o que provocou os curtos que derreteram  os fios e iniciaram o incêndio.

As últimas ligações que os Teles fizeram para a Eletropaulo, a fim de reclamar dos curtos-circuitos e pedir solução, que até agora não teve, foram em setembro e outubro de 2006. Mas, segundo os moradores mais antigos da rua, o problema já incomodava outros moradores há anos.

 

Ao serem questionados sobre o bom-humor diante de tamanha perda, a resposta dos Teles é que confiam em Deus, e que não adianta entrar em desespero. "Vamos fazer o quê? Chorar não resolve. O jeito é esperar e confiar em Deus”, afirmam.

“Espero que a Eletropaulo e o Corpo de Bombeiros aprendam a lição e realmente resolvam os problemas que prometem resolver, especialmente quando a gente telefonar várias vezes. E, que os bombeiros lembrem-se que para apagar fogo precisa de água, para que outras pessoas não sofram o que estamos sofrendo.”


Para contato direto com os Teles: (11) 9306-0307 / (11) 8944-0528 ou com Gislaine Westphal: 8156-5058


Débora Carvalho

Gislaine Westphal

 

 

 

 


  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial