Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Quinta-Feira,
26 de Abril de 2018




Trabalhe Conosco
Cientistas comprovam profecias de Mateus e Apocalipse

Assim como já fizeram as revistas Superinteressante, Veja e Scientific American, desta vez é a Época quem publica uma capa escatológica, com a pergunta "O mundo vai acabar?" em letras garrafais sobre fundo preto.

O subtítulo "os principais especialistas em clima anunciam catástrofes bíblicas trazidas pelo efeito estufa" abre a matéria que informa que "o maior encontro de cientistas sobre mudanças climáticas chegou a uma conclusão: o planeta ficará irreconhecível nas próximas décadas".

"Não foram exatamente as trombetas do apocalipse previstas por alguns fanáticos religiosos", continua a matéria. "Mas o mundo recebeu, na semana passada, uma mensagem de teor bem semelhante. Só que, desta vez, amparada por evidências científicas [quer dizer que os "fanáticos" não eram tão fanáticos assim]. Um painel formado pelos mais respeitados especialistas em clima, conclamados pelas Nações Unidas, declarou que não há mais dúvidas: nosso planeta está esquentando. E por nossa culpa. Os cientistas adiantaram algumas conseqüências desse aquecimento. Trata-se de uma lista de catástrofes com proporções bíblicas. Haverá fome, seca, miséria, furacões e enchentes [qualquer semelhança com Mateus 24 não é mera coincidência]. Até os mares já estão subindo - 3,3 milímetros por ano, duas vezes mais rápido que no século passado. ...

"O futuro do planeta foi traçado pelo IPCC, um painel que reúne uma elite de 2.500 dos principais pesquisadores de mudanças climáticas. Esse comitê, formado em 1988, se reúne regularmente para atualizar as informações sobre o clima. Nos últimos quatro anos, os cientistas avaliaram os resultados das milhares de pesquisas realizadas pelos principais centros e universidades do mundo. O objetivo do painel é extrair as maiores certezas desses estudos. É por isso que o relatório final, anunciado em Paris, na sexta-feira 2, é tão relevante. E, ao contrário dos relatórios anteriores, este é recebido por um mundo em estado de alerta. Fenômenos naturais atípicos recentes, como a onda de calor na Europa e o fim da neve em estações de esqui, mudaram a percepção mundial sobre ecologia. ... A preocupação dos ambientalistas, antes vista como alarmista, tornou-se questão prioritária.

Segundo o site Invertia, o co-presidente do IPCC, Achim Steiner, disse que o documento "acaba com as interrogações" em relação à ação do homem no aquecimento global.

A destruição do planeta pelo próprio homem, e a destruição do homem como consequência disso, também está profetizada no Apocalipse:

"Na verdade, as nações se enfureceram; chegou, porém, a Tua ira, e o tempo determinado para serem julgados os mortos, para se dar o galardão aos Teus servos, os profetas, aos santos e aos que temem o Teu nome, tanto aos pequenos como aos grandes, e para destruíres os que destroem a terra." (Apocalipse 11:18).

Michelson Borges*

 *Jornalista, editor da Casa Publicadora Brasileira e autor do livro Nos Bastidores da Mídia
 
 


  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial