Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Segunda-Feira,
10 de Dezembro de 2018




Trabalhe Conosco
Criacionismo leva pastores a explorarem caverna

Lanterna na mão e muita disposição. Este foi o clima que levou mais de 80 pastores da Associação Paulista Sul (APS) a participarem de uma expedição geológica a Caverna do Diabo, na cidade de Eldorado, região sul do estado. O evento fez parte do concílio pastoral anual da APS, que ocorreu nos dias 04 a 07 de Dezembro.

Orientados pelo Dr. Nahor de Souza, o objetivo da exploração foi o entendimento das evidências geológicas da visão criacionista. Segundo o geólogo, o interesse dos pastores para o assunto é de grande importância, pois estão saindo da área religiosa e indo para a área cientifica. “Nós temos o criacionismo como centro de nossa menssagem e é muito bom agora vermos nossos pastores e teólogos se interessando realmente pelo estudo cientifico do tema”, declara ele.

Souza ainda acredita que agora é a hora dos cientistas cristãos irem em busca da teologia para fortalecer a visão criacionista bíblica. “Eu tenho encontrado com certa freqüência, cientistas que aceitam o criacionismo de uma forma não plenamente cientifica, pois não conseguem conciliar a visão acadêmica com o conhecimento bíblico. Eles acabam tendo uma visão do Deus criador de forma incompleta. Está na hora de nossos cientistas e estudantes universitários se aprofundarem no campo da teologia de forma que esses conhecimentos sejam conciliados”, afirma ele.

Para os pastores a experiência foi muito agradável.  “As explicações que foram apresentadas abriram a nossa visão dentro da compreensão criacionista. Isto fortalece a nossa fé, quanto a questão que Deus nos criou e que as coisas são realmente perfeitas e não que surgiram por acaso”, declara Emerson Iamamoto, pastor da comunidade japonesa do Capão Redondo.

Os concílios pastorais acontecem com freqüências normalmente semestrais. Onde são discutidos metas e planos para a pregação do evangelho. Para Anselmo Masson, pastor e capelão do Colégio de Interlagos, o aprendizado no concílio é muito grande. “Em um concílio o que destaca é a união entre os pastores e o desenvolvimento de uma maior amizade. Isto possibilita a troca de conhecimento muito importante. Outra coisa é a troca de experiências espirituais, onde um serve de apoio para o outro”, explica Masson, que está iniciando seu sétimo ano de ministério.

Danielson Roaly


  Envie a um amigo

 Veja também
  Encontro casual em livraria resulta em batismo
  SBB inaugura Biblioteca do Museu da Bíblia
  Igreja Adventista na Divisão Sulamericana tem nova administração
 
 
Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial