Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Quinta-Feira,
26 de Abril de 2018




Trabalhe Conosco
Escola Adventista comemora 110 anos no Estado com mega show no Credicard Hall

O 6º Festival de Corais da Rede de Escolas Adventistas da região sul do Estado de São Paulo comemorou no dia 22 de outubro os 110 anos de serviços educacionais no Estado, com um mega show no Credicard Hall.

Na programação, além das músicas interpretadas pelo coral infanto-juvenil da rede, que soma mais de 1.500 vozes, os alunos apresentaram espetáculos teatrais com o tema Criação – quando tudo começou, e reflexões de motivação à educação familiar com base em princípios de cidadania e solidariedade.

O encontro anual tornou-se tradição desde o primeiro em 2000, e tem entre seus objetivos a inclusão cultural dos alunos e de seus familiares e amigos. Os ingressos vendidos a 10 reais levaram mais de 8 mil pessoas à casa de espetáculos. Para atender um público tão grande, o evento acontece sempre em duas seções, às 16 e as 20 horas.

A abertura do espetáculo ficou por conta do Grupo Acrobático Fratelli. Entre as surpresas de comemoração, depoimento dos pais de Ricardo Bermudez Garcia, 30,  o Ricardinho, jogador da Seleção Brasileira de Vôlei, que foi aluno do Colégio Adventista do Capão Redondo, na primeira turma do Colegial. Alguns famosos passaram pelas salas de aula da Escola Adventista, como o ator Toni Ramos, e a ginasta Daiane dos Santos.

Nesse espetáculo, o aluno é o artista. Do ponto de vista pedagógico, o show mostra na prática o que foi aprendido durante as aulas de música e artes. “Saber que irão participar de um espetáculo no Credicard Hall lotado, trás motivação para o empenho nas aulas”, explica Maria Cristina Banhara, diretora da rede em São Paulo. “A música e a arte fazem parte da vida de todos nós. A Arte transforma vidas, pois leva mensagens positivas, de amor e fé, através da emoção.”

Atividades musicais ajudam a despertar a sensibilidade, contribui para a compreensão da linguagem e para o desenvolvimento da comunicação, para a percepção de sons sutis e para o aprimoramento de outras habilidades, como o raciocínio lógico-matemático. Sabe-se que as conexões nervosas acionadas ao se executar uma obra clássica são muito próximas daquelas usadas ao se fazer uma operação aritmética ou lógica, no córtex cerebral esquerdo. Além disso, motiva a formação de artistas no cenário cultural.

A música é um dos estímulos mais potentes para estimular os circuitos do cérebro. Ao fazer isso, contribui para facilitar o aprendizado. Pesquisas realizadas com o intuito de provar essa característica mostram que, depois de meses de aula de piano e canto, crianças tiveram melhores resultados na cópia de desenhos geométricos, na percepção espacial e no jogo de quebra-cabeças do que as que não tiveram aulas de música. Assim também se observou que alunos de medicina habituados a ouvir música clássica tem maior facilidade para auscultar aplicar o ouvido ou o auscultador a corações e pulmões.


Débora Carvalho


  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial