Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Domingo,
22 de Abril de 2018




Trabalhe Conosco
Nova lei contra violência doméstica entra em vigor

As formas de violência vivenciada pelas mulheres no cotidiano são definidas em: física, psicológica, sexual, patrimonial e moral.

FAMÍLIA
Redação


Começa a vigorar nesta sexta-feira, 22 de setembro,  a Lei nº. 037/2006, que coíbe com mais rigor a violência contra a mulher no país. O advogado especializado em direito de família, Angelo Carbone, da Carbone e Faiçal Advogados, ressalta que "a lei peca ao aceitar a hipótese de a mulher desocupar inicialmente a moradia, mesmo ficando sob proteção oficial. Quem deve deixar de imediato à residência é o companheiro agressor". Ele acrescenta ainda que, já na elaboração do inquérito, o delegado deveria determinar a desocupação da residência pelo agressor, que só poderia retornar à moradia em caso de posterior decisão do juiz ao qual couber o procedimento criminal.

O advogado defende ainda que, de posse do flagrante, a mulher tenha o direito de requerer, até mesmo verbalmente e sem advogado, perante o juiz da Comarca, via Ministério Público, os alimentos para sua subsistência, que serão analisados e deferidos provisoriamente pelo juiz e descontados diretamente dos ganhos salariais do agressor.

A nova lei prevê que, entre as medidas de proteção que o juiz poderá adotar com urgência, quando necessário, estão o encaminhamento da mulher e de seus dependentes ao programa oficial ou comunitário de proteção e a recondução da mulher ao seu domicílio após o afastamento do acusado. No caso do agente praticante da violência, o juiz poderá, entre outras medidas, determinar o afastamento do domicílio ou do local de convivência com a ofendida e proibir condutas como aproximação e comunicação, além de restringir ou suspender visitas aos dependentes menores.

 


  Envie a um amigo

 Veja também
  Disque-Denúncia de abuso e exploração sexual agora atende nos fins de semana
 
 
Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial