Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Terça-Feira,
24 de Abril de 2018




Trabalhe Conosco
Evangelismo cresce por meio de crianças

Crianças que decidem coordenar pequenos grupos contam experiências emocionantes




São Paulo, 16 de junho de 2009


EVANGELISMO
Ágatha Lemos



As características infantis são sempre muito comentadas. O próprio Mestre Jesus as citou, correspondendo à iniciativa que muitas crianças tiverem em procurá-Lo. Apesar de pequenos, mostraram sabedoria ao não desperdiçar a sagrada presença do “Deus conosco”.

Mas, a espontaneidade e a motivação próprias da fase infantil têm se estendido até à pré-adolescência, momento em que, espiritualmente falando, observamos um destaque no que diz respeito a uma nova maneira de evangelizar.

Diante disso, é surpreendente perceber que a ordem de Jesus, dada aos discípulos, quanto a fazer novos discípulos em Seu nome, ultrapassa o tempo e as barreiras, permitindo, inclusive, que crianças sejam poderosos agentes nesta tarefa. Engana-se quem pensa que trabalho missionário é coisa apenas de adulto.

O ano mundial do evangelismo – 2009, e especialmente o programa “Lares de Esperança” revelou vários missionários em potencial e todos com faixas etárias que não ultrapassam os 13 anos. Um novo exemplo desta realidade que vem crescendo na igreja é a história de Giulia Tancredo, 11 anos e está no 7º ano na Escola Adventista de Taboão da Serra, zona Sul de São Paulo.

Como tudo começou:
Um pouco antes de o “Lares de Esperança”, Giulia procurou pelo pastor Diego Barreto da pastoral estudantil desta escola, a fim de pedir orientações para montar um pequeno grupo. “Achei excelente a ideia de Giulia. Ela me disse que convidaria seus colegas de sala e faria ela mesma o pequeno grupo e partir de então me procurava semanalmente, com perguntas do tipo: Onde podemos fazer? Quando? Quem eu devo chamar?”, diz Diego.

Obstáculos como encontrar um local, acertar o horário mais adequado e finalmente, convencer colegas de classe a participarem, foram sendo vencidos passo a passo.

Na sexta-feira, 29 de maio, o pastor Diego distribuiu em sala de aula, o DVD “Lares de Esperança” para todos os alunos adventistas que estavam envolvidos no projeto. Giulia, já havia se preparado para abrir o seu lar no dia seguinte.

Após o pôr-do-sol de sexta-feira, Giulia ficou na sala de sua casa, sozinha, assistindo aos outros vídeos do DVD “Lares de Esperança”. Ela conta que ao assistir o vídeo explicativo do pastor Erton Köeller, líder da igreja adventista para a América do Sul, sentiu um senso de urgência e vontade incontida de fazer alguma coisa para que tudo aquilo fosse levado a êxito e Jesus pudesse voltar logo.

Giulia ainda relata que com o coração cheio de entusiasmo, sentiu um braço forte lhe apertar. Ela olhou para o seu lado direito e percebeu que não estava mais sozinha, havia uma pessoa inteira ali, abraçando-a, e que a presença foi real ao ponto dela conseguir ver o rosto da visita celeste.

A pessoa, segundo Giulia, avisou que havia mandado uma mensagem para o pastor da igreja adventista que ela frequenta (Pinheiros), solicitando que ele lhe entregasse o material para realização do pequeno grupo. Este visitante sobrenatural assegurou ainda sua presença, dizendo que estaria com ela sempre.

Em seguida, Giulia escutou uma voz no lado oposto do sofá, que dizia que ela era incapaz, que era só uma criança e que nada disso daria certo. Mas, novamente, ela teve a confirmação: “estarei com você”.

Naturalmente, Giulia sentiu medo e começou a chorar, mas confessou emocionada: “Apesar de ter ficado com medo na hora, orei e estou disposta a fazer a vontade de Deus”.

A surpresa:
No sábado, 30 de maio, pela manhã, Giulia ao chegar à igreja, recebeu das mãos do ancião um pacote com o material “Pequenos Grupos Juvenis”. De acordo com o ancião, o pastor da referida igreja havia pedido para que este material fosse entregue a ela.

Giulia começou o Pequeno Grupo dia 2 de junho às 15h. A atitude desta juvenil causou grande impacto e influência sobre outros. Outra aluna, ainda não batizada, mas que estuda a Bíblia, já pensa em fazer o mesmo. “Pra mim, uma clara evidência de que Jesus está realmente muito próximo. Os “Lares de Esperança” movimentaram todo o nosso continente e a Luz do Céu incidiu sobre nós de maneira diferente, na medida em que fazíamos algo diferente. Quando vejo nosso movimento profético se cumprindo assim, de forma tão extraordinária, não me espanta que Deus esteja usando também, crianças, e de forma tão extraordinária”, finaliza Diego Barreto.

 

 

 



  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial