Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Sexta-Feira,
21 de Setembro de 2018




Trabalhe Conosco
Miopia já atinte 80% da população

Saída é fugir da tecnologia e brincar ao ar livre 

São Paulo, 24 de outubro de 2008

SAÚDE
Da Assessoria de Imprensa
 
A miopia - alteração refracional que acarreta dificuldade de enxergar à distância - tem apresentado um aumento mundial em sua prevalência, chegando a 80% em grupos com elevado nível educacional. "Dentro desse universo, a incidência maior está em crianças mais novas, o que pode acarretar dificuldades no desempenho escolar quando a alteração não é diagnosticada precocemente", descreve o oftalmologista Renato Braz, do Inob, em Brasília.

Várias pesquisas vêm sendo realizadas com a intenção de determinar os fatores de risco envolvidos no surgimento da doença. "Sabe-se, por exemplo, que filhos de pais míopes apresentam mais propensão a desenvolver a alteração, bem como pessoas da etnia asiática - fatores que indicam importante componente genético na manifestação do problema", descreve o especialista.

Porém, o drástico aumento do número de casos sugere que fatores ambientais e comportamentais estejam envolvidos. "Como as alterações refracionais aparecem geralmente nos anos escolares, avalia-se que a visão continuada para pequenas distâncias, especialmente a leitura, é um dos fatores diretamente ligados ao aumento da incidência", comenta Dr. Renato. Recentemente, pesquisa publicada na revista Ophtalmology mostrou que crianças que passam grande parte do tempo em ambientes fechados têm maior propensão à miopia. O estudo avaliou alunos de 51 escolas australianas, entre 2003 e 2005.

O médico destaca que a investigação deve provocar uma importante reflexão nos pais, em especial no que diz respeito ao dia-a-dia das crianças que vivem enclausurados sob o forte apelo da tecnologia e da falta de segurança. "A sugestão é que eles passem mais tempo ao ar livre, praticando atividades esportivas e lúdicas, que são fundamentais para o adequado desenvolvimento motor, cognitivo e afetivo", conclui.
 
 


  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial