Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Quarta-Feira,
17 de Outubro de 2018




Trabalhe Conosco
Lição da Escola Sabatina em português comemora 100 anos

São Paulo, 13 de junho de 2008

ESCOLA SABATINA
Débora Carvalho

No sábado 12 de junho, o Unasp – Centro Universitário Adventista de São Paulo, foi a sede da liderança adventista para comemorar o centenário da lição da escola sabatina em português. O evento contou com a presença de Jonathan Kundaraf, líder mundial do departamento na CG -

Conferência Geral da igreja adventista, Ivan Samojluk e Erton Kohler, da DSA - Divisão Sul-Americana, e Lima Lindquist, tradutor da lição para o português na CPB – Casa Publicadofra Brasileira – entre outros líderes.


A escola sabatina tem 2,5 milhões de alunos ao redor do mundo. A lição – guia diário de estudo da Bíblia – é traduzida em 100 idiomas e tem conteúdo adaptado para oito faixa-etárias: rol do berço, jardim, primários, juvenis, adolescentes, jovens e adultos. A cada sábado, eles se reúnem para recapitular e partilhar sua visão sobre o conteúdo estudado durante a semana.


Só na América do Sul são vendidas 700 mil lições trimestrais. Segundo o pastor Kohler, presidente da igreja adventista nessa região, a média é que em cada cinco membros, apenas um tem lição. No Estado de São Paulo, o consumo aumentou em 20% este ano. Dos 190 mil adventistas do Estado, 120 mil compram sua lição. A CPB anunciou que nos últimos dois anos a produção aumentou em 100 mil exemplares. Entre os fatores, como o crescimento da igreja, está o incentivo da publicadora que torna o valor cada vez mais acessível. Nos últimos três anos não houve aumento no preço das lições, e a Casa garantiu que em 2009 também não haverá reajuste.


A idéia é que este número aumente cada vez mais. “Eu penso que é muito difícil uma pessoa que não tem a lição ter uma vida espiritual forte. Quem é que acorda, lê a Bíblia, estuda e ora sem a ajuda da lição? Eu, particularmente, acho isso muito difícil”, disse Erton Kohler.


Após uma recapitulação da história da lição da escola sabatina, todos os líderes presentes assinaram um termo de compromisso para ajudar a promover e estimular o estudo da lição. Mas ninguém quer mais 100 anos de história. Para que Jesus volte logo, a intenção da liderança é motivar fortemente o relacionamento individual com Deus.


História

A primeira impressão adventista foi em 1847, apenas três anos depois da decepção de 1844, quando os mileritas esperavam pela volta de Jesus. O título foi A verdade presente.


Em 1852, Tiago White, esposo de Elen, estava preocupado como ensino da Bíblia para jovens. Em uma viagem, enquanto almoçava e o cavalo pastava, começou a rascunhar alguns estudos bíblicos apoiando o papel em sua marmita. Ele passou a escrever sempre na hora do almoço, durante as viagens.Em 1888 a lição propriamente dita foi desenvolvida.


O primeiro adventista chegou ao Brasil em 1890 e até 1905 estudavam o que tinham em mãos, em outros idiomas. Até que surgiu uma revista trimestral, com a lição e também notícias da igreja no mundo. Só em 1908 a lição se separou da revista, a atual revista adventista.


No evento, os participantes receberam uma réplica do primeiro exemplar, de 11 de julho de 1908.


  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial