Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Terça-Feira,
24 de Abril de 2018




Trabalhe Conosco
Pamonha Goiana no Capão Redondo

Motivada pela Adra, Marineusa inaugura espaço de receitas típicas de Goiás, à base de milho verde; nutrição, sabor e cultura em um só lugar
   
São Paulo, 30 de junho de 2008

LANÇAMENTO
Por Débora Carvalho


São Paulo é uma das cidades mais acolhedoras do mundo. Gente de todo lugar encontra calor humano e oportunidades únicas. Culturas se misturam e dão origem a possibilidades inexploradas. Neste cenário, quem veio de outras regiões mata a saudade da terra natal nas receitas típicas da eclética culinária paulista. Entre elas, as receitas nutritivas do milho, como cural e pamonha - muito embora a experiência possa ser, algumas vezes, frustrante - pois o sabor nem sempre é como a receita da "minha terra."
 
A saudade de Goiás e a paixão por milho sempre foram motivos mais que suficientes para gerar a energia necessária para que Marineusa encomendasse sacos de milho na feira para uma pamonhada artesanal, feita em casa mesmo. A princípio, só para a família e algumas amigas que, com o tempo,  começaram a "abusar da boa vontade" e comprar o milho para que Marineusa fizesse uma "pamonhada" na "camaradagem".

Até que Marineusa se cansou e resolveu cobrar. Durante 8 anos, fez pamonha em casa sempre que precisava de dinheiro. A venda era certa entre os amigos, vizinhos e a comunidade da igreja adventista que ela frequenta. "Vi que pamonha dava dinheiro e pensei em ter um negócio próprio, um local para trabalhar só com milho. Me sentia realizada sempre que alguém que não gostava de pamonha experimentava a minha receita goiana e se apaixonava pela minha receita", lembra. "Mas nunca tive coragem de arriscar assumir dívidas para isso e não tomava uma decisão", relata a empreendedora de 48 anos.

Até que, no mês de março de 2008, Ronaldo de Oliveira, presidente regional-sul da Adra - Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais, realizou uma palestra sobre empreendedorismo na igreja que Marineusa frequenta, no Capão Redondo. Ronaldo é ministro da igreja adventista e, na ocasião, pediu uma bênção de Deus para motivar o empreendedorismo entre os fiéis.

"Eu senti que cada palavra dele era pra mim. Especialmente quando ele pediu a Deus, numa oração, que se ali alguém tinha o sonho de ser empreendedor, que Deus ajudasse a tornar esse sonho em realidade."

Foi então que Marineusa de Oliveira tomou a decisão. Naquela mesma semana, uma amiga propôs sociedade dizendo que já tinha conseguido o local para o empreendimento  - antes mesmo que ela comentasse sobre sua decisão com alguém. "Muita gente já tinha me proposto investir em uma pamonharia comigo, mas eu não senti segurança pra isso, até agora. Senti que o convite da Geiza, agora minha sócia, era um sinal de que agora era o momento."

No domingo 29 de junho, os moradores da região conferiram os motivos que vão garantir o sucesso do negócio que está apenas começando. "Eu recebi o folheto de divulgação, na rua, e fiquei com água na boca só de olhar a foto da pamonha. A receita está aprovadíssima! E eu achava que pamonha gostosa só tinha na Bahia", conta seu Emanuel, vendedor de tapetes. "Vou voltar aqui sempre que estiver trabalhando por perto. Muito obrigado!"

O caminhoneiro Antônio também aprovou a receita. Mineiro, passou pela rua e viu a movimentação; resolveu entrar e conferir a receita de goiás. "A gente logo vê que aqui tudo é de bom gosto e transparente. E desse jeito, torço para que esse negócio seja um grande sucesso!" Depois de relembrar algumas histórias da fazenda dos pais, se despediu dizendo que vai voltar sempre que tiver entregas na região. 

Os antigos clientes (de quando dava na telha fazer pamonha) agradecem: "Agora não vou mais ficar passando vontade", diz a pernambucana Helenice Ferreira, que veio de Itapecerica da Serra para prestigiar a inauguração. "Deu vontade de pamonha, eu venho aqui no Capão Redondo, pois em São Paulo, nunca experimentei receitas de milho tão gostosas."

"Você que só experimentou pamonha amarga, sem sabor e com fubá, precisa viver uma nova experiência com urgência! Venha descobrir o que é pamonha de verdade, ou então, vai continuar sem saber como milho é gostoso!", convida a goiana.


Serviço
Pamonha Goiana - a pura delícia do milho!
Rua Oscar Paes de Lira Salgado, 111 - Capão Redondo
(próximo da escola adventista das Palmeiras, travessa da Av. Henrique San Midlin)
Telefone: (11) 3462-6913 

Clique aqui e imprima o cartaz com endereço e serviços
 


  Envie a um amigo

 Veja também
  Capão Redondo ganha espaço empreendedor
  Igreja adventista reforça importância de hábitos saudáveis entre seus fiéis
  Dicas de sucesso para a Recolta 2008
 
 
Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial