Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Terça-Feira,
16 de Outubro de 2018




Trabalhe Conosco
Edição 2008 da maior campanha de doação de sangue da América Latina já começou

Projeto brasileiro foi eleito pela entre os melhores pela OMS

São Paulo, 18 de março de 2008

SAÚDE
Da Assessoria de Imprensa


“O Projeto Vida por Vidas é tão simples que só poderia ter saído diretamente do coração de Deus”, diz o líder-geral da campanha, pastor Otimar Gonçalves. Trata-se de uma campanha de doação de sangue realizada anualmente pela juventude da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

O que tem isto de especial? O número de adeptos e o engajamento motivado pelo apelo emocional do slogan “Ele deu tudo para você doar um pouco”, que remete à semana da paixão de Cristo, comemorada no feriado de Páscoa. Os números começaram com 6 mil e pularam para 66 mil doações durante o período de ênfase da campanha. A ligação com esse tema e o engajamento entre amigos que se mobilizam para irem juntos aos postos de coleta, são alguns dos fatores de sucesso da campanha.

Helbert Almeida, líder da campanha na região Sul do Estado, destaca: “Nessa data, os cristãos comemoram o sacrifício de Jesus, que derramou todo o seu sangue na cruz para salvar a humanidade do pecado. O mínimo que podemos fazer é doar alguns gramas do nosso sangue para salvar a vida de alguém”.

O objetivo principal da campanha Vida por Vidas, é motivar o cadastro de doadores regulares, a fim de suprir a demanda crescente dos estoques de sangue nos hospitais e hemocentros na América do Sul e mundo afora. É uma corrente do bem para beneficiar o próximo.

O projeto nasceu em 2005, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. A campanha começou entre os jovens de uma das igrejas adventistas da região. O boca-a-boca espalhou a idéia entre os fiéis dessa religião e tomou proporções estaduais. No ano seguinte, a comunidade adventista do Brasil estava engajada no projeto que em 2007 se difundiu por toda a América Latina.

O sucesso foi tão grande, que a OMS - Organização Mundial de Saúde, o elegeu como melhor campanha de doação de Sangue da América Latina. Até então, o projeto era conhecido como “Mais Vida” - título que, por motivos legais foi mudado para “Vida por Vidas”.

Quando a campanha chegou a São Paulo, em 2006, os hemocentros ficaram lotados e disseram à imprensa para avisar que não havia mais capacidade de receber doadores. “Eu já passei pelas duas experiências. Primeiro recebi sangue, em uma cirurgia. Meus amigos me convidaram para doar sangue para essa campanha. Fui com medo, mas não senti nada”, relata a estudante de ciências contábeis Tatielle de Castro, 20 anos. “No final, tive uma sensação muito boa, de saber que alguém me ajudou quando precisei e que agora eu posso ajudar também.”

Além dos casos de cirurgia, há pessoas que precisam de transfusão de sangue durante a vida toda. É o caso dos portadores de Talassemia, um tipo de anemia hereditária que não tem cura. Há tipos raros de sangue, cuja transfusão depende a sobrevivência.

A estudante de filosofia, Cynthia Novaes, 22 anos, gosta de mobilizar seus amigos para doarem sangue juntos. “A gente costuma se reunir para se divertir; por que não também para ajudar o nosso próximo?” comenta. Em 2007 a turma doou sangue no Hospital Geral de Pirajussara, em São Paulo. Em março, a galera já compareceu no Hospital São Camilo, e já tem outras doações agendadas para o ano. Interessados em acompanhar a turma, e pegar carona no transporte gratuito, é só ligar (11) 5511-0171 para saber mais sobre a agenda de doação de sangue.

Informações sobre postos de coleta você encontra no portal do Instituto Pró Sangue: www.prosangue.sp.gov.br ou no portal do projeto www.vidaporvidas.com.br


  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial