Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Quinta-Feira,
22 de Fevereiro de 2018




Trabalhe Conosco
Clipping - Projeto quer formar


São Paulo, 22 de novembro de 2007

Diário Web publicou ontem uma matéria sobre um projeto da Adra, em parceria com o Rotary Club. A matéria de de Paulo Magri, e foi publicada na seção de Meio Ambiente


CLIPPING
São José do Rio Preto, 21 de novembro de 2007

Paulo Magri


Formar pessoas com consciência ambiental e melhorar a arborização do bairro Parque da Cidadania, zona norte de Rio Preto. Esta é a proposta do projeto “Construtores da Paz e Doutores da Ecologia”, idealizado pela Instituição Paulista Adventista de Educação e Assistência Social (Ipaeas). Segundo a responsável pelo projeto, Izabel Cristina Galbiatti Vespa, o objetivo é plantar pelo menos 270 mudas de diversas espécies no bairro, até o final 2008. No entanto, o plantio das mudas é só o começo de um grande desafio. “Levar as mudas para bairro apenas seria muito fácil. O missão fundamental está em envolver a comunidade local de tal forma que ela seja responsável pela preservação dessas futuras árvores e entendam a importância de uma arborização adequada para o bairro”, diz a professora de ciências, que é mestre em energia na agricultura pela Unesp e especialista em educação ambiental pela USP.

Para que os moradores participem do projeto, um programa ambiental foi elaborado às crianças entre 7 e 14 anos de idade. A missão é transformá-los em multiplicadores. As crianças serão submetidas a um curso de aproximadamente 30 horas. A previsão é de que as aulas sejam dadas no mês de dezembro. “A idéia é proporcionar conhecimentos teóricos e práticos sobre educação ambiental para um grupo de 18 crianças daquela comunidade, dando a eles o título de Doutores da Ecologia”, diz Izabel. O segundo passo do projeto é sair a campo para melhorar a arborização do Parque da Cidadania. “Para cada aluno que participar do curso pretendemos plantar seis mudas. Uma na frente da casa dele e as outras na frente das residências dos vizinhos mais próximos. Desta forma pretendemos formar uma corrente e chegar até as 270 árvores.” Segundo Izabel, mais importante que plantar, é fazer com que os Doutores da Ecologia acompanhem o crescimento das árvores e amadureçam a idéia sobre a necessidade de se preservar a natureza. “Durante o curso, as crianças farão o acompanhamento das mudas e poderão observar o seu desenvolvimento”, diz a professora.

Os alunos que participarão da aprendizagem serão escolhidos com a ajuda do Centro Adventista de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente (Cadeca), instituição que cuida de crianças no Parque da Cidadania. Durante o curso serão abordados temas como a importância das árvores para a qualidade de vida, a necessidade de se preservar as matas e a água. “Esperamos mudar o comportamento dos moradores do bairro em relação às questões ambientais, através da conscientização da comunidade”, diz a professora. A iniciativa “Doutores da Ecologia” também visa desenvolver trabalhos voltados à parte humana das pessoas que vivem no Parque da Cidadania. “Além da questão ambiental, o projeto tem como objetivo dignificar o ser humano e resgatar a cidadania das pessoas que vivem na periferia, mostrando que eles são capazes de contornar situações adversas do ponto de vista socioeconômico. É o conceito da resiliência”, diz a psicóloga Euza Vilela responsável pela parte social do projeto, que tem o apoio do Rotary Club.


  Envie a um amigo

 Veja também
  Clipping - "Indústria": mais que um jornal, uma escola
  Clipping - Maranhense lidera paulistas em projeto
  Clipping - Adra ensina fazer sabão no programa Ação da TV Globo
 
 
Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial