Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Quinta-Feira,
20 de Setembro de 2018




Trabalhe Conosco
Nossa Caixa apóia projetos para crianças e adolescentes do Estado de São Paulo

Os programas Bola Dentro, Envolver, Nosso Jovem Aprendiz e Escola na Nossa Caixa oferecem atividades educacionais, profissionalizantes e esportivas

São Paulo, 24 de outubro de 2007

TERCEIRO SETOR
Da Assessoria de Imprensa


O Banco Nossa Caixa apóia quatro projetos voltados a crianças e adolescentes do Estado de São Paulo. Por meio dos programas Bola Dentro, Envolver, Nosso Jovem Aprendiz e Escola na Nossa Caixa, os jovens têm acesso a atividades esportivas, educativas e profissionalizantes.

Segundo Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Nossa Caixa, estes e outros projetos patrocinados pelo banco têm um relevante valor social. “Por meio do esporte, da prática da cidadania e da educação, a Nossa Caixa contribui para que os jovens tenham oportunidade e preparo para enfrentar os desafios no futuro”, afirma.

O projeto Bola Dentro foi criado em junho de 2005 e tem no Banco Nossa Caixa seu principal patrocinador. É desenvolvido nas quadras públicas de tênis do Parque Villa-Lobos, em São Paulo, e atende hoje a 128 crianças e adolescentes de 7 a 14 anos que estudam em escolas públicas. Os participantes recebem aulas que os capacitam a se tornarem professores de tênis, tenistas profissionais, juízes de linha, juízes de cadeira, rebatedores e pegadores de bola.

Para fazer parte do programa, o interessado deve freqüentar a escola, ter boas notas e boa conduta. As atividades acontecem de segunda à sexta-feira e as crianças e adolescentes aprendem as regras e fundamentos do tênis. Alguns alunos já disputaram competições profissionais no Brasil e fizeram estágio como juízes e pegadores de bola em torneios importantes, como o Nossa Caixa Tennis Cup, que aconteceu em dezembro e janeiro últimos, e o Credicard City Tennis Cup, este último realizado em Campos do Jordão.

Hoje, 14 meninos e meninas do projeto Bola Dentro disputam torneios oficiais da Federação Paulista de Tênis (FPT). Um dos maiores destaques é Bruno Correia, de 15 anos. Ele esteve em três finais de campeonatos em 2006. Ganhou o Aberto de Tênis do Jaraguá Clube Campestre e conquistou o segundo lugar no Oncins Tênis e na 28ª Taça Itália. Bruno foi também o terceiro melhor colocado em sua faixa etária no ranking da federação no ano passado. “Ele é um exemplo de como o tênis pode fazer parte da vida das crianças e ser, ao mesmo tempo, um meio eficiente de socialização”, destaca Agostinho Carvalho, professor do Bola Dentro.

Direitos garantidos

O projeto Envolver é outro programa apoiado pelo Banco Nossa Caixa. É focado no treinamento de voluntários que ajudam crianças e adolescentes de todo estado de São Paulo a enfrentar problemas, como maus tratos, abandono dos pais e/ou absenteísmo da escola. Todo o trabalho é realizado de acordo com as normas do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). A Nossa Caixa é o segundo principal apoiador do projeto, dirigido pela Rede Social São Paulo.

O Envolver utiliza a metodologia “Aprimorar”, desenvolvida a pedido da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância). Na prática, a metodologia promove o encontro entre educadores, profissionais de saúde, assistentes sociais, dirigentes de órgãos públicos, organizações da sociedade, advogados, policiais, conselheiros de direitos e tutelares, juízes da infância, promotores de justiça e defensores públicos, além de lideranças empresariais e de governo. O objetivo é fomentar a discussão dos problemas das crianças e adolescentes e suas soluções, reforçar o compromisso de ação conjunta e disseminar o entendimento de que todos os envolvidos são parte do mesmo sistema.

Oportunidade do primeiro emprego

O Banco Nossa Caixa foi uma das primeiras instituições financeiras a implantar o programa Nosso Jovem Aprendiz, com objetivo de contribuir para a formação profissional de estudantes de baixa renda. Começou com um projeto-piloto com 25 jovens em setembro de 2003. A experiência foi tão boa que o banco ampliou a contratação de aprendizes e chegou aos atuais 272 jovens - 112 localizados na capital e o restante no interior. Ao todo, 425 adolescentes já se beneficiaram com o programa. Nos próximos dois meses, o banco planeja contratar mais 100 jovens e deverá fazer novas contratações posteriormente. A meta é chegar a julho de 2008 com um quadro de 521 aprendizes no programa.

O Nosso Jovem Aprendiz oferece a oportunidade do primeiro emprego a jovens com idade entre 14 e 24 anos. É parte do conjunto de ações socialmente responsáveis da Nossa Caixa e visa preparar o adolescente para o mercado de trabalho. O programa é composto por uma parte teórica - com cursos de qualificação profissional - e outra prática, em que o jovem realiza trabalhos em departamentos da Nossa Caixa e é orientado por funcionários experientes do banco. Qualidade no atendimento, sistema financeiro, informática, trabalho em equipe, legislação trabalhista, ética e cidadania, noções de crédito e o sistema de pagamentos brasileiro são temas que compõem a grade de cursos do Nosso Jovem Aprendiz.

Educação financeira 

O programa Escola na Nossa Caixa foi criado pelo banco em março de 2005 com objetivo de integrar os alunos do ensino médio e profissionalizante à realidade do funcionamento de uma grande instituição financeira. O primeiro colégio a participar foi o Franciscano João XXIII. Os jovens conhecem a sede administrativa da Nossa Caixa, no centro de São Paulo, em visitas pré-agendadas entre os representantes das entidades de ensino interessadas e o banco. Cerca de 1.200 estudantes já participaram do programa.

Os colégios assumem o compromisso de trabalhar em sala de aula matérias relativas a assuntos bancários, como matemática (juros simples, compostos, etc), geografia e história (globalização da economia), entre outras. Na visita, ainda há apresentação de vídeos, palestras e conversas descontraídas com profissionais de diferentes áreas do banco. Os jovens conhecem de perto a Mesa de Operações, o Cofre de Aluguel, a agência matriz, a Loteria Paulista, o Espaço Cultural Nossa Caixa e o mirante do edifício sede, que tem uma vista panorâmica privilegiada da capital paulista.

O presidente da Nossa Caixa, Milton Luiz de Melo Santos, destaca a repercussão positiva dos projetos junto aos funcionários e clientes do banco. “Essas iniciativas são uma contribuição social que também estimula nossos 15 mil funcionários. Como banco oficial do estado de São Paulo, a Nossa Caixa reforça, por meio dos programas voltados a crianças e adolescentes, seu compromisso com o desenvolvimento econômico e social de São Paulo”, completa.


  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial