Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Quarta-Feira,
12 de Dezembro de 2018




Trabalhe Conosco
Adra realiza mais um mutirão de cidadania

clique aqui para ver as fotos

No último domingo, 500 pessoas participaram de diversos programas de saúde, palestras de empreendedorismos e se inscreveram em cursos de geração de renda


São Paulo, 11 de outubro de 2007

CIDADANIA
Débora Carvalho
Denise Macedo

No último domingo, a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adra), realizou mais um mutirão de cidadania – idéia que foi adotada por diversas universidades e instituições, como TV Globo, entre outros.  O evento aconteceu no mais novo local destinado ao empreendedorismo, chamado Espaço Comunidade Esperança – empreendimento inaugurado em junho deste ano, pela Adra.

Profissionais oftalmologistas, dentistas, psicólogos e advogados atuaram como voluntários. Entre os diversos serviços, testes de glicemia, IMC (Índice de Massa Corporal), de capacidade pulmonar, pressão arterial e exame de papanicolau.

Foram 80 voluntários que dedicaram o domingo no atendimento a 500 pessoas da comunidade.  Participaram o posto de saúde do parque do Engenho II, alunos das Faculdades de Enfermagem e Nutrição do Unasp e do curso de Enfermagem da Faculdade Alvorada Plus. Foi fundamental, também, o apoio da Casa Cirúrgica, que doou materiais para o teste de glicemia e o Bom Prato de Santo Amaro, que preparou o almoço dos voluntários.

Profissionais de beleza também compareceram ao evento, onde prestaram serviços de cabeleireiro, manicure, massagem, estética facial. Para as crianças, uma brinquedoteca apresentou um  universo de livros, histórias, brinquedos educativos, arte e pintura.

O diferencial deste mutirão foram palestras de empreendedorismo. Enquanto as pessoas aguardavam para ser atendidas, palestrantes diversos falavam sobre idéias criativas para ter o próprio negócio, no auditório.

Segundo o diretor do Espaço Comunidade Esperança, William Marcolino, o motivo das palestras foi despertar no público a coragem e a convicção necessária para o empreendedorismo. “Criar soluções para o desenvolvimento sustentável deveria ser uma constante para todos os setores da sociedade e nós estamos lutando para este objetivo ser alcançado”, diz

O público pôde ver o exemplo de pessoas empreendedoras, como pamonhas, tapiocas, pães diversos e bolos confeitados que foram produzidos no próprio evento.

Segundo a voluntária Ataísa Lima, de 17 anos, estudante de enfermagem da faculdade Alvorada Plus, a comunidade precisa aproveitar mais as oportunidades  e serviços oferecidos pelas ONGs. “As pessoas não sabem o que é uma ONG. Muitos pensam que pelo baixo custo, ou por ser grátis, os serviços não são bons. Mas a qualidade é a mesma, pois o trabalho é feito por profissionais voluntários, que fazem isso por amor, e não por amadores.”

Maria Alves, de 27 anos, funcionária da Abrasa – Agência Brasileira de Serviços e Saúde, confirma: “O atendimento médico dedicado a pessoas encaminhadas por ONGs, é o mesmo da pessoa que vem pelo convênio particular.”


  Envie a um amigo

 Veja também
  OTIMISMO DO CONSUMIDOR ATINGE SEGUNDO MELHOR NÍVEL DOS ÚLTIMOS 8 ANOS
  O Segredo é outro
  Consumidores pressionam por responsabilidade social na hora de comprar
 
 
Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial