Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Segunda-Feira,
23 de Julho de 2018




Trabalhe Conosco
Clube de desbravadores muda a vida de muitos adolescentes

Clube de desbravador promove união da igreja, para o bem da comunidade

São Paulo, 18 de setembro de 2007

DESBRAVADORES
Por Gislaine Westphal

O clube de desbravadores Guardiões do Independência, www.guardioesdoindependencia.vai.la  que faz parte da igreja adventista do Parque Independência, foi inaugurado em outubro de 2006, e segundo o diretor do Clube Alexandre Cardoso, “não faz nem um ano que o clube existe e já tem muita história para contar.”

“Uma coisa legal que o clube conseguiu fazer é unir a igreja, ou seja, antes cada departamento era por si só, hoje todos trabalham juntos.” Afirma Sheila Rebouças uma das diretoras do clube. Os Guardiões realizam muitos projetos sociais em parceria com os departamentos da igreja, entre eles está a arrecadação de alimentos, todos os meses os desbravadores coletam e ajudam a ADRA da igreja deles e mais duas família com cestas básicas.

Para o diretor do clube todo desbravador é um Agente da Esperança. Quando a Caravana da Esperança passou na igreja do Parque do Independência eles estavam no meio da semana da Voz da Juventude, um programa realizado pelos desbravadores. E eles estenderam o convite à comunidade. “No dia em que a caravana passou a igreja estava lotada, em pleno dia de semana e teve um batismo lindo de alguns desbravadores.” Conta Cardoso.

No dia 15 de novembro foi feita a primeira reunião do clube com os diretores Alexandre Cardoso , Thais Cardoso chamados da igreja do Unasp-SP e outro casal Sheila Rebouças e Wítalo Rebouças vindos da igreja da Cohab para auxiliar na diretoria do clube.

“O clube começou com 80 crianças sendo 10 da igreja e as outras 70 não adventistas da comunidade com uma igreja de 80 membros, você acredita nisso,” descreve Sheila. Hoje o clube conta com 70 crianças, sendo 65% do clube não adventista. E estes que não são adventistas já estão estudando a bíblia para se batizar.

Através do clube mais de 20 pessoas entraram para a igreja adventista. Hoje entre muitas atividades que eles realizam está a classe bíblica semanal, escola sabatina que os próprios desbravadores fazem e por intermédio do clube a escola sabatina dos desbravadores fica com mais de 30 juvenis, todos não adventistas.

Uma das histórias que mais chamou atenção da diretora Thais, é de uma adolescente a Karina*, “ela chegou um domingo na nossa reunião semanal, junto com os primos e disse ‘Eu odeio crente, quero ser macumbeira igual a minha avó’, mas mesmo assim ela foi mais uma vez com os primos e começou a freqüentar o clube”. Karina* se tornou desbravadora e num acampamento quando teve o fogo do conselho, ou seja, uma fogueira feita com produtos naturais e acessa sem ajuda de produtos como álcool ou querosene, onde os desbravadores e a diretoria ficam em volta do fogo, cantando, orando, dão testemunho, e confessam os erros que cometeram para Deus, Karina sentiu a vontade de conversar com Jesus através da oração e começou a estudar a bíblia e agora ela faz parte da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Este fogo do conselho acontece em acampamentos e o processo de acender a madeira é solene, e cada pessoa tem que estar em oração e em comunhão com Deus para que o fogo acenda. As cinzas que sobram da lenha são enterradas, como símbolo de que Deus enterrou os erros cometidos por cada um que estava presente no momento.

Para Sheila “O clube de desbravador transforma a vida do adolescente, o clube acaba se tornando um leme na vida deles.” O exemplo é a história de Willer Dias de 10 anos, é um garoto que a própria mãe o chamava de “capetinha” dizendo que ele não tinha jeito de ficar bom ou fazer coisas boas na vida dele. O casal de vizinho de Willer, que participa do clube como conselheiro o convidou para entrar no clube, depois de 3 meses no clube os vizinhos, amigos e a mãe dele diziam que o clube fez uma mudança maravilhosa na vida de Willer, afinal ele mudou da água para o vinho, antes ele era mal-educado, brigava com todos, xingava a mãe, não respeitava ninguém, não arrumava o quarto, maltratava os animais, “agora ele é um garoto que todos querem estar por perto, ele estuda a bíblia e se batizou”, conta Sheila.

Neste momento um dos projetos que o clube está empenhado são as aulas de reforço escolar. Ou seja, dão dicas e aulas para quem tem dificuldade na escola seja ela de português, matemática, enfim a dificuldade que o adolescente enfrenta. “Chamamos alguns membros da igreja que são pedagogos e que podem dar aulas aos domingos." diz Alexandre. E para ele o clube de desbravadores é um clube que ensina ordem e respeito ao próximo, e ele afirma “o que aconteceu na minha vida e o que eu vejo acontecendo na vida de muita gente é um encontro pessoal com Jesus, mudança de caráter e um relacionamento íntimo com Deus.” 


  Envie a um amigo

Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial