Expediente Fale Conosco Nossas Igrejas Departamentos Quem Somos APS On-line Menu Principal Quem Somos APS On-line Departamentos Nossas Igrejas Fale Conosco Expediente

Segunda-Feira,
18 de Junho de 2018




Trabalhe Conosco
destaques | notícias | download

Como ajudar pessoas a decidir seguir a Cristo

“A mais elevada de todas as ciências é a de salvar almas. A maior obra a que podem aspirar criaturas humanas, é a obra de atrair homens, do pecado para a santidade.” Ciência do Bom Viver, p. 398.

“Uma alma tem mais valor para o céu do que um mundo inteiro de propriedades, casas, terras, dinheiro.” Testimony Treasures, vol. II, p. 375.
“Muitos estão no vale da decisão, em que se tornam necessários apelos especiais, íntimos, e diretos para levá-los a deporem as suas armas de combate e ocuparem um lugar junto ao Senhor.” Testimonies, I, 646

O Exemplo de Jesus

Jesus disse: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.” Mateus 4:19.
Os pescadores de homens e de peixes não nascem, se fazem.
A preparação para ser um ganhador de almas começa quando observamos como Jesus trabalhava.
As pessoas se decidiam mais pelo que Jesus era do que pelos ensinos que Ele apresentava.

Ele conquistava os corações pela amizade e pelo ensino da verdade. Ele se identificava com as pessoas e elas confiavam nEle. É assim que devemos proceder.
O evangelismo eficaz, portanto, deve incluir conquistar a amizade, a confiança da pessoa e em seguida, conduzir a pessoa a aceitar a Jesus e a verdade por meio de decisões progressivas até a decisão final pelo batismo.

I. Como Funciona a Mente ao Tomar Uma Decisão
 “O que deveis compreender é a verdadeira força da vontade. Esta é o poder que governa a natureza do homem, o poder da decisão ou de escolha. Tudo depende da reta ação da vontade.” Caminho a Cristo, 47.
“Mediante o devido uso da vontade, mudará completamente a conduta. Ao submetermos nossa vontade a Cristo, nos aliamos com o poder divino. Recebemos força do alto para manter-nos firmes.” Medicina e Salvação, 131.
Toda decisão que se tome, seja para comprar uma geladeira, ou para aceitar a verdade bíblica e se tornar um cristão adventista, abrange quatro níveis básicos:

1. Informação
Os interessados não tomarão decisões corretas a menos que tenham toda a informação sobre o assunto estudado.
Fazer um apelo para decidir sem ter dado a informação completa sobre a doutrina, cria barreiras na mente, e a decisão será negativa.
Assim, antes de solicitar a decisão, verificar se a pessoa conhece bem o assunto, e se ela compreende o que significa a decisão que estamos pedindo.
Se suas dúvidas não forem respondidas, o interessado vai desistir dos estudos ou não vai ter a convicção da verdade.

Ellen White nos diz:
“Indagai a impressão causada pelos assuntos apresentados, se o ponto ficou claro ao espírito dos ouvintes”.

2. Convicção
Quando a pessoa tem a informação completa sobre a doutrina, a sua consciência diz: “Creio que isto é o que Deus quer que eu faça”, “Esta é a vontade de Deus”.   Assim ela sente a convicção sobre a verdade.
Podemos aumentar a convicção no interessado ao perguntarmos: “Você percebe que esta é a vontade de Deus? Pode ver que este é o caminho que Deus quer que você siga? Está claro que seguindo este caminho você estará agradando a Jesus?”.
Ao fazer perguntas deste tipo estamos relacionando a informação que o interessado recebeu no estudo bíblico com o plano de Deus para a sua vida.
O instrutor deve ser mais do que simplesmente um transmissor de informações. Ele deve se tornar um instrumento pelo qual o Espírito Santo vai operar a convicção que mudará a vida do interessado.

3. Desejo
A convicção é a certeza que o interessado tem de que a doutrina vem de Deus.   Esta convicção despertará nele o desejo de mudar sua vida.   Quando apresentamos os benefícios de fazer o que é correto e os prejuízos de fazer as coisas erradas, despertaremos nas pessoas o desejo de decidir pelo que é correto.

4. Ação
Quando o conhecimento adquirido pela informação, a convicção e o desejo do interessado sobre a verdade aumentam, ele avança para a ação; então ele se decide ao lado de Cristo e aceita o batismo.

II. Os Agentes Presentes na Decisão
1. O Instrutor
A obra do instrutor é ensinar, apelar e conduzir as pessoas à decisão de aceitar o chamado de Jesus.
“O instrutor humano não pode fazer a obra do Espírito Santo; nós somos apenas os condutos mediante os quais trabalha o Senhor.” Evangelismo. 331.

2. O Espírito Santo
Somos usados por Deus como canais para conduzir a alma à verdade, mas o Espírito Santo é o agente que convence a mente do interessado para aceitar o ensino, Ele impressiona e converte o coração. 
“A obra do Espírito Santo é convencer as almas de sua necessidade de Cristo.” Evangelismo, 283.
“Sem a presença do Espírito Santo, nem um coração será tocado, nem um pecador será conquistado para Cristo.” Testemunhos Seletos, III, 212.

3. O Interessado
Ele decide se aceita ou não a voz do Espírito Santo.
Para tomar uma decisão positiva é importante à maneira como a mensagem é apresentada a ele.
A confiança e amizade que o interessado tem no instrutor, e o uso de métodos corretos aumentarão a possibilidade dele tomar uma decisão positiva.

III. Passos Para a Decisão

1. Levar as pessoas a aceitarem a Cristo
Antes de apresentar qualquer doutrina, a pessoa deve ser levada a aceitar a Cristo como Seu Salvador pessoal.
Esta é a mais importante decisão.
Se o interessado aceitar de coração a Jesus, então aceitará também todas as verdades ensinadas, porque Cristo é o centro de todas elas. 
Só depois é que se deve fazer apelos para a aceitar as outras doutrinas.
 “Se os que hoje estão ensinando a Palavra de Deus, exaltassem a cruz de Cristo mais e mais, haveria muito maior sucesso em seu ministério.” – Ellen G. White, Atos dos Apóstolos, pág. 209, CD.
2. Ensinar toda a Doutrina
“Porque jamais deixarei de vos anunciar todo o desígnio de Deus”. Atos 20:27.
Os interessados devem aceitar de maneira consciente a mensagem completa da Bíblia.
Não passar por alto ou apressadamente as verdades bíblicas de aceitação mais difícil.
“O ministro de Cristo não deve apresentar ao povo apenas as verdades mais suaves, retendo as outras que lhe possam causar mágoa”. AA, pág. 394. 
Ao ter dificuldades em apresentar um tema mais difícil, buscar ajuda de pessoas mais experientes.
 
3. Fazer apelos
O segredo para levar as pessoas a se decidirem pelo batismo é ajudá-las a tomarem decisões progressivas fazendo um apelo a cada estudo.
Se as pessoas decidirem positivamente a cada estudo, será mais fácil decidirem pelo batismo.

Se o instrutor não fizer apelos durante a série de estudos, o apelo para o batismo ao final do curso será uma surpresa, e muitos não responderão.
São as pequenas decisões que conduzem o interessado às grandes decisões.
É um erro esperar até o final da série de estudos bíblicos para então pedir à pessoa que aceite todas as doutrinas de uma vez.
Quando as pessoas compreenderem a verdade, insista com elas para que decidam obedecer com a ajuda do Senhor. “Leve as pessoas ao ponto de decisão. Mostre-lhes a importância da verdade – é vida ou morte.” – Testimonies for the Church, vol. 1, pág. 152.
Exemplo de apelos da Bíblia: Deut. 30:19; Isa. 1:18; 55:6 e 7; Mat. 7:13 e 14; 16:24; Atos 16:30 e 31; 22:16.
 Como fazer o apelo:
 Perguntar se a pessoa compreendeu totalmente a doutrina apresentada e se houver dúvidas, esclarecê-las.
 Crê-se que esse é o plano de Deus para a sua vida.
 Confia-se no poder de Deus para ajudá-la a colocar em prática a verdade revelada pela Bíblia.
 Caso responda que sim, orar com ela agradecendo a Deus e pedindo que a ajude a permanecer firme em sua decisão.
Dificilmente uma pessoa se oferecerá voluntariamente para o batismo, mas muitos aguardam um apelo para se decidir. O convite para o batismo, de preferência, deve ser feito no lar do interessado.
As decisões duradouras são alcançadas, de maneira pessoal e com oração.

Exemplos de apelos para o batismo:
1. Apelo convencional.
Teremos nas próximas semanas dois batismos.
O próximo que será dia 02 de Julho e o outro, será em 07 de agosto.
Em qual dos dois você prefere batizar-se, seguindo o exemplo do Salvador?

2. Apelo direto ao coração.
Vamo-nos ajoelhar aqui pedindo a ajuda de Deus para tomar uma decisão agora.
Se o interessado argumentar dizendo que não sabe orar, peça a ele para repetir suas palavras.
Fazer uma oração curta que vá ao ponto da decisão: fale como se fosse o interessado orando e ao se levantar diga: - Louvado seja Deus pela decisão tomada. Dê-lhes os parabéns e um abraço.

3. Apelo para as pessoas que terminam os estudos e não se decidem.
Procurar descobrir o que a impede de se entregar totalmente.
Talvez o problema seja o sábado, a família, o trabalho ou vícios que estão impedindo a decisão.
Se este for o caso, perguntar:
- Quando você pretende seguir a Jesus e estar ao lado de Sua verdade?
Se a pessoa estiver convencida de que Jesus é o seu Salvador pessoal, e que deve obedecê-Lo em tudo, responderá afirmativamente. Não abandonar a pessoa, mas ajudá-la a resolver os problemas e depois apelar novamente mostrando a ela que o dia da decisão é hoje! O amanhã poderá ser demasiado tarde.
- Por que então não o fazer agora? (Ler para eles Hebreus 3:7 8)


4. Ajudar na decisão tomada
A maioria dos interessados quando se decidem ao lado de Cristo enfrentam situações difíceis, tais como:
Oposição dos parentes.
Abandono dos amigos que não partilham a sua nova fé.
Problemas com o emprego por causa do sábado.
Dificuldade de assimilar o novo estilo de vida...

A maneira de ajudá-los é:

a. mostrar as promessas de Deus.
As Escrituras Sagradas estão repletas de preciosas promessas e exemplos do poder de Deus em favor dos que obedecem Sua lei em meio às provas (Sl. 34:7; Sl. 91:11 e 12).
As provações fazem parte da vida cristã (I Pe. 4:12-16; Mt. 5:10-12).
O “justo viverá pela fé”.  Uma fé inabalável e irrestrita confiança em suas promessas desempenham um importante papel nos momentos difíceis. (Hb. 11:1)

b. Apoiar o interessado em suas dificuldades
Visitá-lo em seu lar para ajudá-lo em suas dificuldades, emocionais, materiais e espirituais.
Animá-lo a confiar no poder de Deus.
Orar com ele.
Ajudá-lo a fazer novas amizades na comunidade da Igreja.
No novo estilo de vida.
Ajudá-lo nas atividades que são novas para ele, tais como: culto de pôr-do-sol, reuniões da igreja, culto familiar, pequeno grupo, estudo da lição da escola sabatina...

Um Exemplo Bíblico
Ananias fez a Paulo uma pergunta que os ganhadores de almas conhecem bem: “E agora, que está esperando? Levante-se, seja batizado e lave os seus pecados, invocando o nome dEle” (Atos 22:16). O homem que mais tarde seria conhecido como “o apóstolo Paulo” não comeu nem bebeu desde que encontrou a Jesus até que foi batizado (Atos 9:18 e 19).

Cada membro da Igreja na Paulista Sul um AGente da Esperança!!!

Nelson Ferraz



Dia da Não-Violência
Data serve para promover discussão sobre o tema na quarta maior cidade do mundo
Novo Tempo transmite Semana da Colheita
Rede Novo Tempo traz em sua programação Semana da Colheita com o Pastor Luís Gonçalves
UCB lança cartão de natal em dvd "Nasce a Esperança"
UCB lança cartão de natal missionário em dvd com clipe e estudos biblicos
07/08/07 -   Igrejas querem adotar código sobre 'roubo de fiéis'
02/07/07 -   Congresso Missionário celebra 800 batismos no semestre
24/04/06 -   Campo Grande lança projeto missionário
14/02/06 -   Santino aproveita oportunidades para evangelizar
24/01/06 -   Igreja quer excelência em 2006
  Ministério Pessoal Semana Santa 2009... 3.3 Mb
  Ministério Pessoal Semana Santa 2009... 3.4 Mb
  Ministério Pessoal Semana Santa 2009... 3.0 Mb
  Ministério Pessoal Semana Santa 2009... 2.9 Mb
  Ministério Pessoal Semana Santa 2009... 2.5 Mb

Ministério Pessoal



Pr. Edimilson Silva Lima |



Secretária
Denise Chagas |


  Qual destes métodos de trabalho missinário mais lhe atrai?
Dar estudos bíblicos a pessoas encaminhadas por outros
Atividades de assistência social para atrair ao amor de Cristo
Buscar introduzir assuntos bíblicos em conversas seculares
Distribuir folhetos ou convidar para programações especiais
Ser um amigo verdadeiro, ao exemplo de Cristo
Site UCB Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial Escolas Adventistas Portal Adventista Página Inicial